Pesquisas‎ > ‎

Coleções Biológicas

Coleções biológicas são compostas por exemplares ou lotes de exemplares de organismos que recebem números de tombo que ficam atrelados a eles para sempre. Cada lote possui informações relativas ao nome científico da espécie, sua classificação, seu status (se testemunho de alguma pesquisa, tipo ou material comparativo) além dos dados da coleta, por exemplo, o nome do local e data da coleta, com município, coordenadas geográficas, etc. e o nome de quem coletou.

O Nupélia possui um acervo biológico composto por organismos animais e vegetais. Como o enfoque do Núcleo são os ambientes aquáticos de água doce, sua Coleção Ictiológica possui mais de 10.000 lotes, cada um podendo conter de um a mais de 100 exemplares de peixes, representativos de diferentes localidades, principalmente das bacias dos rios Paraná e Paraguai, mas também de diversas outras bacias brasileiras e de outros países americanos. A maior representatividade do material inclui os estados brasileiros de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e sobretudo o Paraná, dentre outros menos representados, totalizando mais de 600 espécies. Todo material está disponível para a comunidade científica. Empréstimos, intercâmbios e outras transações têm sido efetuadas com diferentes instituições do Brasil e outros países há mais de duas décadas. A maior parte da Coleção está preservada em etanol 70°GL. A totalidade do banco de dados catalogados da Coleção está disponível para busca através da URL http://peixe.nupelia.uem.br. Uma seção de Ovos e Larvas de peixes de água doce, do Laboratório de Ictioplâncton do Nupélia, que abriga os estágios iniciais de desenvolvimento de vária espécies de peixes da nossa fauna, sendo o único laboratório do Brasil especializado nestes estágios do ciclo de vida dos peixes, tem sido incorporada à Coleção Ictiológica, e pode ser acessada da mesma maneira. A Coleção é credenciada como fiel depositária junto ao Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGEN), do Ministério do Meio Ambiente.

Além da Coleção Ictiológica, o Acervo do Nupélia também contempla a Coleção Especial Vegetação Ripária, acervada no Herbário da Universidade Estadual de Maringá. Iniciada em 1986, hospeda um acervo que se caracteriza sobretudo pelo ineditismo e especialidade, tratando de localidades nunca antes exploradas com essa finalidade e especificidade à vegetação ripária, principalmente dos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. Possui, atualmente, mais de 15.000 registros, englobando quase 1.000 espécies de plantas, e um montante considerável ainda aguardando para ser registrado. As coleções do acervo biológico do Nupélia foram recentemente realocadas em instalações mais amplas e projetadas para seu correto armazenamento.

Curadoras



Ictioplâncton
Peixes
Kazue Kawakita
Kazue Kawakita
Vegetação Ripária