Projetos‎ > ‎

Biologia Pesqueira e Pesca na Área de Influência do APM Manso: Biologia, Ecologia e Socioeconomia

Empresa financiadora
FURNAS - Centrais Elétricas S/A
Coordenador Geral
Prof. Dr. Angelo Antonio Agostinho
Período de realização
Março de 2000 à fevereiro de 2005

Identificar as alterações impostas pela formação do reservatório do APM Manso sobre a ictiofauna, os recursos pesqueiros e a pesca na área de influência do empreendimento e propor formas de manejo e atenuação de impactos.

Ictiofauna:

levantar as espécies de peixes presentes nos distintos habitats da região, identificando seu caráter residente ou temporário e os principais guildas;
avaliar as modificações ictiofaunísticas (composição específica, estrutura trófica e conforme a estratégia reprodutiva) na área, decorrentes do novo represamento;
identificar os fatores ambientais relacionados à distribuição e abundância das principais espécies de peixes e avaliar as limitações a elas impostas pelo represamento;
analisar as variações espaço-temporais na estrutura em comprimento das principais espécies de peixes;
identificar a época de ocorrência dos principais eventos do ciclo reprodutivo das espécies mais abundantes, analisando as principais estratégias destas espécies em relação aos fatores ambientais intervenientes;
identificar a época e locais de desova das principais espécies;
estimar o tamanho de primeira maturação das espécies dominantes;
identificar as variações espaço-temporais dos indicadores nutricionais, relacionando-os com as condições hidrológicas, limnológicas e aos eventos endógenos cíclicos;
identificar a composição da dieta das principais espécies e suas variações em relação ao ambiente, período do ano e tamanho dos indivíduos;
estabelecer preliminarmente as relações tróficas na comunidade;
avaliar a atividade alimentar diária e sazonal das espécies dominantes;
estabelecer as curvas de seletividade em tamanho na pesca com redes de espera e estimar a mortalidade por pesca dos juvenis com o uso de diferentes tamanhos de malhas;
verificar a seletividade de anzóis variando os tamanhos e iscas utilizadas, estabelecendo a eficiência dos mesmos, e estimando a mortalidade por pesca dos juvenis;
identificar áreas e ambientes críticos ao recrutamento das principais espécies;
identificar índices e parâmetros consistentes para futuros monitoramentos da ictiofauna;
identificar os principais recursos alimentares utilizados pelo estoque explorado.
Sistema de Pesca:

estimar e monitorar as variações espaço-temporais no rendimento específico da pesca no reservatório e área de influência a jusante (até Barão de Melgaço);
identificar a melhor medida de esforço e elaborar modelos holísticos para o diagnóstico da pesca;
avaliar a composição e diversidade das capturas por aparelho de pesca;
avaliar e monitorar o estado de explotação dos principais estoques pesqueiros;
avaliar os tamanhos mínimos de captura, seletividade de aparelhos de pesca, taxas de mortalidade de imaturos por pesca, período de defeso e demais informações necessárias ao controle da pesca;
identificar as áreas e épocas de reprodução das espécies capturadas e o período de recrutamento para a pesca;
caracterizar as áreas de pesca em relação ao ambiente, estratégias de pesca, organizações sociais e composição do pescado;
descrever as estratégias de pesca vigentes, avaliar a eficiência e inferir sobre os impactos sobre os recursos pesqueiros;
levantar os bens de capital relacionados à pesca na região (embarcações, sistema de propulsão, equipamentos de pesca);
estimar os custos operacionais com a atividade pesqueira na região;
avaliar a lucratividade da pesca a nível de pescador;
descrever as formas de conservação do pescado e avaliar suas limitações;
analisar o fluxo de comercialização e a composição do preço do pescado ao consumidor final;
avaliar as formas de manejo vigente na região (controle da pesca) como mecanismo de manutenção da pesca;
analisar as ações institucionais e as políticas públicas relacionadas à pesca na região;
avaliar a percepção e o conhecimento dos pescadores sobre o rio, o reservatório e os recursos explorados;
levantar os dados pretéritos sobre a pesca e os pescadores da região e suas formas de organização;
analisar as representações sociais dos pescadores em relação à pesca, ao meio ambiente, aos recursos pesqueiros, e às organizações civis e públicas;
identificar e monitorar os parâmetros sociais e econômicos representativos da pesca profissional na área de influência do APM Manso.
Comments